The Magicians: Os Livros

The Magicians‘, no Brasil: ‘Os Magos‘, é um romance de fantasia escrito por Lev Grossman que inicia a trilogia de mesmo nome. Os livros contam a história de Quentin Coldwater, um adolescente do Brooklyn que descobre que o mundo mágico de que ele leu em livros quando era criança é, de fato, real. A crítica do New York Times disse que o livro “pode grosseiramente ser rotulado como um Harry Potter para adultos’, injetando ‘temas maduros’ na literatura de fantasia”. São três livros publicados nos EUA pela editora Viking Books: ‘The Magicians’, ‘The Magician King’ e ‘The Magician’s Land’; e dois no Brasil pela editora Amarilys: ‘Os Magos’ e ‘O Rei Mago’.

Quentin Coldwater é um estudante do último ano do ensino médio que ainda é secretamente obcecado com uma série de livros fantásticos que lia quando era pequeno sobre as aventuras de cinco crianças em uma terra mágica chamada Fillory. Comparado a isso, tudo na sua vida real se parece cinza e sem vida. Porém tudo muda quando Quentin se encontra matriculado em uma faculdade de magia secreta e exclusiva no interior de Nova York, onde ele recebe uma educação completa e rigorosa na prática de feitiçaria moderna.

Mas a magia não traz Quentin a alegria e a aventura que ele esperava—até que ele e seus amigos fazem uma descoberta impressionante: Fillory é real. ‘Os Magos‘ é uma épica e brilhante fantasia, que reinterpreta o legado deixado por C. S. Lewis e J. K. Rowling. Bestseller do New York Times,  já foi publicado em 25 países, e está sendo adaptado em uma série de tv no canal Syfy.

 

Título Original: The Magicians
Lançamento: 2009
Editora: Viking/Penguin
Número de Páginas: 432
Comprar: Amazon Saraiva Livraria Cultura

Título Nacional: Os Magos
Lançamento: 2010
Editora: Amarilys/Manole
Número de Páginas: 456
Tradutor: Otávio Abuquerque
Comprar: Saraiva Livraria CulturaSubmarino Fnac

Sinopse: Conheça Quentin Coldwater: um gênio precoce às vésperas de entrar na faculdade. Como a maioria das pessoas, Quentin acreditava que a magia não era algo real. Acreditava. Tudo muda quando ele é surpreendentemente admitido em uma universidade – muito antiga, muito secreta, muito exclusiva – de estudos mágicos, ao norte de Nova York. Após se esgueirar por um terreno baldio do Brooklyn na tarde de inverno em que deveria ter feito sua entrevista para entrar em Princeton, Quentin se vê, em pleno verão, no idílico campus da misteriosa Brakebills. Ali –não antes de um difícil e cansativo exame de admissão–, ele dá início a uma extensa e rigorosa iniciação ao universo acadêmico da feitiçaria moderna; ao mesmo tempo, descobre também os princípios boêmios da vida universitária: amizades, amores, sexo e álcool. Um vislumbre da vida adulta? Os anos de estudo passam rápido, mas algo não se encaixa. Mesmo aprendendo a praticar feitiços, transformar-se em animais e ganhar poderes que jamais imaginou existir, a magia não preenche o vazio que, no fundo, Quentin sempre sentiu. Após a formatura, ele e seus amigos passam a dividir um apartamento no coração de Manhattan. Dinheiro não é problema, e eles embarcam num estilo de vida hedonista e sem propósito, pontuado por crises existenciais. Uma incrível descoberta, no entanto, lança-os num projeto ambicioso, uma jornada mágica que pode ser a resposta aos anseios de Quentin. Mas essa expedição acaba tornando-se muito mais sombria e perigosa do que qualquer um poderia imaginar. O sonho de infância revela-se um pesadelo que esconde uma terrível verdade. Engraçado, irônico e deliciosamente inventivo, Os Magos, além de um verdadeiro romance de formação, é um épico de magia e exploração de outros mundos que expande os limites da ficção fantástica feita até aqui. Ao imaginar a magia como algo presente no mundo real, praticada por pessoas reais – com seus caprichos, emoções e desejos volúveis –, Lev Grossman presta tributo ao fantástico presente nas histórias de C.S.Lewis, T.H. White, Neil Gaiman e J.K. Rowling, mas constrói também seu próprio universo original, no qual a fronteira entre o bem e o mal não é exatamente tão clara, amor e sexo não são nada simples ou inocentes e conhecimento e poder têm um preço alto demais.

 

Título Original: The Magician King
Lançamento: 2011
Editora: Viking/Penguin
Número de Páginas: 372
Comprar: Amazon Saraiva Livraria Cultura

Título Nacional: O Rei Mago
Lançamento: 2012
Editora: Amarilys/Manole
Número de Páginas: 432
Tradutor: Otávio Abuquerque
Comprar: SaraivaLivraria CulturaSubmarinoFnac

Sinopse: Passaram-se dois anos desde que Quentin Coldwater deixou o nosso mundo para, ao lado de Eliot, Janet e Julia, assumir um dos quatro tronos de Fillory, o reino mágico saído das páginas de uma adorada série de literatura fantástica que, assim como a magia, ele descobriu ser algo bem real.Apesar de a incursão anterior ao território filloriano ter sido trágica, ele agora desfrutava de um reino em tempos de paz, cercado de todo o luxo que uma nobreza real poderia oferecer e adorado por seus agradecidos súditos pagadores de impostos. Como reclamar de um final feliz como esse? Quentin, no entanto, não se sentia um herói. E achava que a aventura ainda não tinha acabado. Ele tinha razão. Agora, exilado no mais tedioso e “não mágico” subúrbio do Brooklyn, Quentin finalmente tem a chance de se tornar o herói que sempre desejou ser. Mas logo fica claro que é da magia marginal de Julia, a amarga e reservada Julia – aprendida nas ruas, longe da proteção dos professores de Brakebills e sabe-se lá a que custo – que os dois dependem para voltar para casa e salvar algo muito maior da ameaça que os colocou nesse apuro. Repleto de surpresas, humor negro e um amor genuíno pelo gênero fantástico, O Rei Mago dá continuidade à aventura iniciada em Os Magos – sucesso de público e de crítica prestes a ser adaptado para uma série de TV. Os jovens magos de Lev Grossman, irônicos, maldosos e ambíguos, dão mais um passo rumo ao sombrio mundo adulto de escolhas e arrependimentos, mais perigoso que qualquer mundo de fantasia jamais criado. Um lugar em que jornadas não implicam achar, mas transformar-se em algo.

 

Título Original: The Magician’s Land
Lançamento: 2014
Editora: Viking/Penguin
Número de Páginas: 416
Comprar: Amazon  – Livraria Cultura

Título Nacional: 
Lançamento:
Editora: –
Número de Páginas: 
Tradutor: 
Comprar: 

Sinopse: Quentin Coldwater has been cast out of Fillory, the secret magical land of his childhood dreams. With nothing left to lose he returns to where his story be­gan, the Brakebills Preparatory College of Magic. But he can’t hide from his past, and it’s not long before it comes looking for him. Along with Plum, a brilliant young under­graduate with a dark secret of her own, Quentin sets out on a crooked path through a magical de­mi-monde of grey magic and desperate characters. But all roads lead back to Fillory, and his new life takes him to old haunts, like Antarctica and the Netherlands, and buried secrets, and old friends he thought were lost forever. He uncovers the key to a sorcerous masterwork, a spell that could create magical utopia, a new Fillory—but casting it will set in motion a chain of events that will bring Earth and Fillory crashing together. To save them he will have to risk sacrificing everything. The Magician’s Land is an intricate thriller, a fantastical epic and an epic of love and redemption that brings the Magicians trilogy to a magnificent climax, confirming it as one of the great achieve­ments in modern fantasy. It’s the story of a boy be­coming a man, an apprentice becoming a master, and a broken land finally becoming whole.