20/abr

O Syfy renovou The Magicians para uma terceira temporada, que terá 13 episódios inéditos marcados para estrear em 2018 nos Estados Unidos.

Abaixo, veja a mensagem do ator Arjun Gupta, que interpreta Penny.

12/fev

A atriz ganhadora do Oscar Marlee Matlin (Switched at Birth) fará uma participação especial no décimo episódio da segunda temporada de The Magicians. O próximo parágrafo contém spoilers desta participação, siga por sua conta e risco:

SPOILERS

Intitulado “The Girl Who Told the Time” o episódio contará com uma história que envolve os personagens Penny e Kady em busca de um livro e que acaba levando-os ao encontro da personagem Harriet, interpreteda por Marlee Matlin. Ela será editora de um site de fofocas “Fuzzbeat” que revelará esconder muitos mais segredos do que Penny e Kady imaginavam.

Fonte: EW

07/fev

The Magicians 2.02 – “Hotel Spa Potions”

“The Magicians” é uma série que como um grande quebra-cabeça preocupa-se em encaixar as pequenas peças para assim revelar o todo. É comum então que os episódios sigam um determinado padrão: uma trama paralela com resolução imediata no mesmo capítulo ( Quentin internado, Alice e o desaparecimento do seu irmão, torneio do magos e etc) mas que contribui para o desenvolvimento da trama principal que aos poucos é revelada (Fillory e A Besta). Apesar de alguns desvios, os roteiristas decidem apostar novamente neste formato no segundo episódio desta nova temporada “Hot Spa Potions” e o resultado é um dos melhores episódios da série.

Quentin, Alice, Margo e Penny retornam a Brakebills em busca de um feitiço de batalha que pode ajudá-los a derrotar a Besta.  Tenho que admitir que é reconfortante ver o reitor Fogg e os demais personagens do núcleo de Brakebills, foi uma mudança extremamente necessária após diversos episódios situados exclusivamente no mundo (esquisito) de Fillory. A procura do feitiço é recheada de momentos hilários na biblioteca e finalmente temos a introdução dos cacodêmonios na série, além de ressaltar os conflitos pessoais de alguns personagens: Penny e suas mãos que se recusam a obedecê-lo e coloca Alice no papel principal na luta contra a Besta ao ser considerada a única capaz de conjurar o feitiço. Falando nele….

Martin já pode ser considerado um dos vilões mais carismáticos da tv atualmente e todos os seus momentos musicais foram impressionantes pela capacidade vocal do ator Charles Mesure. Julia foi uma das personagens que mais sofreu durante a série e a união tão improvável com Martin parece agora uma decisão mais que acertada ao trazer um certo humor negro para um núcleo que normalmente é tão sombrio. Mas considerando a “parceria” com Marina  e a constante oferta de Martin em retirar o spectro de Julia, não vejo como isto pode acabar bem. Por incrível que pareça não foi Martin que protagonizou um dos momentos mais estranhos do episódio, mas sim Julia e Quentin. É difícil acreditar que o reencontro dos dois tenha ocorrido com tanta naturalidade após Julia simplesmente ter se aliado com A Besta após o assassinato de seus colegas que só foram salvos graças aos poderes de Alice. Os diálogos não refletiram o verdadeiro peso que esta mudança ocasionou na relação dos dois, apesar das ótimas performances de Jason Ralph e Stella Maeve que se esforçavam para transmitir que há muito mais ressentimento entre as palavras trocadas pelos antigos melhores amigos.

Elliot continua sendo uma força natural na série e, mesmo com uma trama envolvendo esterco, é um dos pontos altos do episódio. Fillory parece cada vez mais um inferno pessoal para ele que passou tanto tempo criando uma persona para si, mas que lá é obrigado a enfrentar facetas de sua personalidade que tanto escondeu. A trama envolvendo os seus deveres reais como marido foi hilária, mas além de alívio cômico serviu para expandir o conhecimento que temos da sociedade de Fillory e seu funcionamento ( que me parece bem conservadora, por sinal. Não há gays em Fillory ou a Rainha é realmente muito inocente?).

É interessante notar que todos os conflitos apresentados foram solucionados neste episódio. Ainda assim, há diversos indícios das histórias que se tornarão cada vez mais importantes ao longo da temporada ( o espectro de Julia, o verdadeiro alcance do poder de Alice e uma resolução definitiva para as mãos de Penny, como exemplos). Com ritmo frenético, “Hot Spa Potions” mostra que moldado em sua própria fórmula é onde The Magicians está mais confortável para quebrar paradigmas e surpreender.

02/fev

2.03 “Divine Elimination”
Quentin e seus amigos se preparam para enfrentar a Besta novamente; Julia trabalha com a Besta e seu novo aliado para atrair e capturar Reynard.

003.jpg 008.jpg 009.jpg 010.jpg 014.jpg

2ª TEMPORADA > PRODUCTION STILLS > 2.03 “DIVINE ELIMINATION”

SNEAK PEEK

01/fev

No decorrer da primeira temporada, The Magicians se tornou rapidamente a série número 1 em audiência do canal Syfy, onde é exibida. Sendo o Syfy um canal pago e com uma imagem muito específica (programas e séries de tv na maioria de fantasia e/ou ficção científica) os números, que para um canal aberto não seriam lá grande coisa, logo impressionaram a emissora e uma renovação foi encomendada o mais rápido possível. O canal então fez sua lição de casa e durante o hiatus entre o fim da primeira temporada (13/04/16) e o início da segunda (25/01/17) promoveu sua galinha dos ovos de ouro de melhor maneira possível. Durante esses quase nove meses de pausa, o Syfy divulgou The Magicians até não poder mais: pôsters, ensaios promocionais, entrevistas com os atores, tour pelos cenários, apresentação de novos personagens, tutoriais de feitiços, making of dos efeitos especiais, artigos em sites e revistas especializadas, receitas de bebidas inspiradas na série, pinturas em muros gigantes e etc. Porém, a ação que mais marcou essa divulgação intensa foi definitivamente a experiência interativa ‘Hall of Magic‘. Localizada em uma galeria de arte na cidade de Nova York, a experiência consistia em visitar esse grande espaço onde cada cômodo representava algo específico da série: desde a sala de aula de Brakebills até a floresta de Fillory. Tudo isso durante nova dias, com direito a muita foto, gif, tweet e compartilhamento nas redes sociais. Juntando todo esse material promocional, toda essa movimentação nas redes sociais, toda essa divulgação com trailers e vídeos, com a adição da primeira temporada no catálogo americano da Netflix, a série teve o ‘boom‘ que precisava. E funcionou.

O primeiro episódio da segunda temporada, que agora é exibida as quartas e não mais as segundas, registrou a maior audiência da série: 1,29 milhões de telespectadores. Crescendo cerca de 25% a mais da antiga maior audiência da série: a estreia dupla dos episódios 1.01 e 1.02. E isso só contando quem assistiu ao vivo mesmo. Para se ter uma ideia, na season finale da primeira temporada, The Magicians se despediu de 2016 com 0,68 milhões de telespectadores. Ou seja, o número quase dobrou de um episódio para o outro. O público alvo também aumentou: subiu 33% nos telespectadores de 18 a 49 anos e 24% nos de 25 a 54 anos. Nas redes sociais, os números também dobraram. Se durante a primeira temporada a média de tweets comentando a série era de 148 mil, a premiere da segunda temporada registrou cerca de 327 mil tweets.

Resumindo, são só boas notícias. Se continuar assim, é renovação absoluta. Talvez seja um pouco cedo para falar, porque afinal a segunda temporada acabou de estrear e toda estreia tem números bons. Mas, pelo que parece, os ventos realmente estão à favor da nossa série de magos. O título de série #1 do Syfy ainda vai ser muito difícil de tirar.

29/jan

The Magicians 2.01 – Knight of Crowns

The Magicians teve um dos finais mais surpreendentes de uma série ao optar pela morte de seus personagens principais no fim da primeira temporada. Foi uma decisão ousada dos roteiristas John McNamara e Sera Gamble, já que grande parte dos conflitos que foram apresentados ao público nos últimos capítulos não tiveram resolução. Coube então ao novo episódio da série intitulado “Knight of Crowns” ( Cavaleiro das Coroas) responder o que ficou em aberto e, como consequência, o episódio pareceu mais um retorno de uma mid-season do que o início de uma nova temporada.

Para quem acompanhou a divulgação da 2º temporada não foi uma surpresa o retorno de todos os personagens, mas a resolução do cliffhanger foi um tanto anticlimática: em poucos segundos Alice usou seus poderes divinos recém-adquiridos para ressuscitar os seus colegas (“engolir têm suas vantagens”, como bem observado pela Margo). O mesmo pode-se dizer da reação do Penny ao perder as mãos, que parece lembrar disto apenas quando eles decidem comer alguma coisa. Um dos grandes triunfos dos livros de Lev Grossman é o fato da magia não ser capaz de solucionar todos os problemas, por isso experiências como morte e violência são verdadeiramente ameaçadoras. Ao oferecer um banho de sangue e, em seguida, reverter todas as consequências com pouca ênfase a série de Tv pode sofrer para estabelecer novamente um senso de perigo e terror que foi tão bem desenvolvido na 1º temporada. Enquanto Quentin e os demais alunos de Brakebills  buscam um novo plano para enfrentar a Besta em Fillory, Julia segue com uma história paralela ainda mais sombria e parece encontrar na vingança sua única forma de lidar com o que ocorreu. O fato de tanto Martin quanto Julia sofrerem abuso sexual faz com que a aliança dos dois pareça mais profunda do que aparentava inicialmente, em certo ponto no episódio ele realmente parece entender a dor dela e até arriscaria dizer que está tentando ajudar ( ou será que o seu objetivo mesmo é corrompê-la?). Acho que mais do que a vingança, o fato de Julia abandonar ou não sua “sombra” ( humanidade) será um dos conflitos da personagem nesta temporada.

O destaque deste episódio definitivamente foi Fillory, como não amar um lugar em que para ser coroado é preciso responder um quiz dos anos 90? A interação dos personagens com este reino ( e seus habitantes estranhos) é onde The Magicians mais brilha: diálogos rápidos e cheios de referências, com uma boa dose de humor. Além da sátira com contos fantásticos, a série continua revertendo clichês do gênero de fantasia ao optar por coroar Rei o personagem gay  que em qualquer outra trama seria um mero alívio cômico, mas que ganha cada vez mais importância em The Magicians. Com um tom mais contido, o episódio “Knight of Crowns” se preocupou mais em arrumar a bagunça da finale do que avançar a trama, mas é um começo promissor.

3/5

26/jan

2.02 “Hotel Spa Potions
Quentin, Alice, Penny e Margo procuram uma nova arma; Eliot tem dificuldades em ser rei; Julia e a Besta encontram um inesperado aliado.

003.jpg 008.jpg 009.jpg 010.jpg 014.jpg

2ª TEMPORADA > PRODUCTION STILLS > 2.02 “HOTEL SPA POTIONS”

SNEAK PEEK

24/jan

2.01 “Knight of Crowns”

Após a batalha com a Besta, Quentin e seus amigos enfrentam problemas para criar um novo plano; Julia e a Besta selam um acordo perigoso.

Sneak Peek

21/jan

Os cenários de The Magicians são, definitivamente de tirar o fôlego, e a segunda temporada promete elevar esse patamar ainda mais. Sabendo disso, o canal Syfy convidou os atores Olivia Taylor Dudley (Alice Quinn) e Arjun Guta (Penny Adiyodi), Hale Appleman (Eliot Waugh) e Summer Bishil (Margo Hanson), e Jade Tailor (Kady Orloff-Diaz) e Rick Worthy (Dean Fogg) para fazerem um tour 360° pela Cabana da Física, a Sala do Trono de Fillory e a Sala de Aula de Brakebills, respectivamente.

A segunda temporada estreia nessa quarta-feira, 25.

21/jan

Não há como negar que o canal Syfy vem fazendo um ótimo trabalhando divulgando a segunda temporada da série The Magicians. Ainda assim, o canal foi mais longe e conseguiu comprimir todo mundo da série em uma galeria de arte na cidade de Nova York. Trata-se da campanha publicitária ‘Hall of Magic‘ (‘Corredor da Magia’, em tradução livre). É uma experiência interativa onde os visitantes poderão se sentir dentro da série e presenciar toda a magia de Fillory, Brakebills e muito mais. Confira a sinopse oficial do evento:

Bem-vindo ao Hall of Magic, inspirado pela série original da Syfy, The Magicians. É um mundo fantástico de controle da mente, levitação e conjuração. Sim, a magia é real e está tudo ao seu alcance (literalmente). Então, pegue agora mesmo seu ingresso gratuito e nos impressione com sua magia. Nós sabemos que você ficará impressionado com a nossa.

A campanha vai do dia 20 ao dia 29, e na inauguração oficial o elenco regular da série (Jason Ralph, Olivia Taylor Dudley, Stella Maeve, Hale Appleman, Summer Bishil, Arjun Gupta, Jade Tailor e Rick Worthy) marcou presença e ainda gravou um vídeo fazendo um mini-tour pelos cômodos. Assista:

Página 1 de 1512345...10...Última »