O que esperar da segunda temporada de The Magicians

[Atenção: Este artigo contém spoilers dos livros “O Rei Mago” e “The Magicians’s Land”]

Ao longo da primeira temporada ficou claro que a série The Magicians não tinha a intenção de ser uma adaptação fiel dos livros de Lev Grossman.  Entre as alterações mais notáveis estão a mudança de nome de Janet (que virou Margo), a introdução de Josh nos capítulos finais e a história da Julia que foi apresentada juntamente com a de Quentin. A série não teve medo de se afastar do material de origem e, mais do que isso, expandir o universo criando suas próprias regras, mágicas e divertidas tramas paralelas ( Djinn, o gênio e a Margollum são alguns exemplos). Ainda assim, a complexidade da trama foi respeitada e os dilemas enfrentados pelos personagens como depressão, exclusão e privilégio são fiéis a abordagem do livro e pode-se afirmar que a essência de cada um é bem representada.

No entanto, a frenética season finale mudou completamente este cenário: se até aquele momento o destino dos personagens ainda estava intrinsecamente ligado ao material de origem (mesmo que os caminhos percorridos até aquele momento tenham sido completamente diferentes), o desfecho do conflito com a Besta estabelece um novo paradigma para eles. Agora que a série se desviou de forma irreversível em relação aos livros, o que esperar da segunda temporada como adaptação de “O Rei Mago”? Listamos algumas especulações…

1 – O que NÃO será incluído?

Grande parte da trama de Quentin e Julia do segundo livro foi, na verdade, já utilizada no 12º episódio da série “Thirty-Nine Graves”. Quando Quentin decide se aventurar por Fillory em busca de sua própria jornada do herói, ele é “jogado” de volta para o mundo real e acaba levando Julia com ele. Os dois partem então em uma busca incessante para retornar ao mundo de fantasia que tanto amam. Na série, no entanto, eles buscam uma maneira de ENTRAR e acabam descobrindo uma magia que os permite viajar no tempo.

TheMagicians_gallery_113Recap_06

 

É difícil imaginar que isto se repetirá na série. Nos livros apenas Jane tinha a habilidade de viajar no tempo e criar novas linhas temporais, mas na série Julia e Quentin conseguiram o feito com razoável facilidade. Isto quer dizer que mesmo se eles forem expulsos de Fillory, será necessário apenas viajar novamente no tempo, seguir Jane pelo portal e encontrar a Relojoeira. Outro ponto é que este arco no livro tem como finalidade apresentar Quentin ao submundo da magia e do passado da Julia, já que ele não fazia ideia do que aconteceu com ela durante os anos em que ele estava em Brakebills. Já que a série adiantou a história dela, não há real necessidade de adaptarem este arco.

2 – O que VAI ser incluído?

Animais falantes e Fillory são quase sinônimos, mas em uma entrevista com o site VOX, Sera Gamble ( produtora executiva e co-criadora) contou uma história de bastidores inusitada envolvendo a cena da taverna em Fillory ( em que Elliot bebe com um cachorro falante, se lembram?).  A cena originalmente apresentava um urso falante, a produção inclusive já estava até mesmo preparada para realizar os efeitos especiais e contrataram um urso de verdade para estrelar a cena junto com Hale Appleman ( o Eliot). Mas, apesar de tudo certo, o Urso não conseguiu gravar pois estava em período de hibernação e o treinador simplesmente cancelou no último momento. Mas ela afirmou que eles ainda vão incluir o urso em uma próxima oportunidade e estão apenas aguardando uma estação mais apropriada para gravar a cena. Então sim, podemos aguardar um urso falante na próxima temporada. 🙂

3 – O futuro de Alice.

Alice é uma personagem que nos livros é essencial na batalha contra a Besta. A sua transformação em niffin, um espírito de pura magia, é um evento marcante para Quentin e é um dos catalisadores para o seu amadurecimento. A série optou por um enredo diferente: Alice bebe o sémen de Ember e torna-se então legítima para utilizar a adaga que pode matar até mesmo um deus, mas acaba falhando na tentativa de atacar a Besta e se ferindo gravemente. Controvérsias à parte, é certo que a personagem retornará na segunda temporada. Mas será que isto quer dizer que ela não terá o mesmo destino dos livros? Bem, há alguns indícios que não.

TheMagicians_gallery_113Recap_16

 

Os roteiristas já introduziram o conceito de niffin no 3º ep, quando o irmão de Alice retorna à Brakebills e ela mesmo quase tem o mesmo fim quando tenta transformá-lo em humano novamente. Fica claro que Alice é, na verdade, uma maga poderosa e sua modéstia é sua principal fraqueza, além disso durante o restante da temporada temos pequenos indícios de sua real capacidade. Mas o que realmente confirma esta teoria é a entrevista de Sera Gamble com o site VOX, em que ela afirma que os roteiristas ainda estão pensando em maneiras de chegar a este ponto na história e como isto vai afetar o Quentin. Há grandes chances então de perdermos uma das personagens favoritas nesta segunda temporada.

4 – O futuro de Julia

 [ Atenção: há um grande spoiler do 3º livro da série “The Magicians’s Land”, ainda não lançado no Brasil. Se preferir evitar spoilers, pule para o próximo item ou continue a ler até o ponto com a sinalização)

 A decisão de apresentar a história de Julia logo na primeira temporada foi mais que acertada. A trama, mais sombria do que as peripécias de Quentin e seu grupo de magos da física em Brakebills, foi um contraponto interessante ao longo da temporada. Enquanto Quentin perpetua o típico privilegiado, Julia teve que seguir um caminho doloroso para conseguir aquilo que foi entregue de mão beijada ao seu amigo. Mas agora que grande parte do seu arco foi adiantado, qual será o destino de Julia nesta nova temporada?

TheMagicians_gallery_112Recap_01

**SPOILERS THE MAGICIANS’S LAND

Pode-se dizer que o plot twist da season finale em que Julia decide se juntar à Besta para matar o deus-raposa é, em partes, tirado do 3º livro da série “The Magicians’s Land”.  No livro a Amadeus, que na série foi substituída pela personagem Kady, consegue uma adaga capaz de matar deuses e busca vingança pelo assassinato de seus amigos e do estupro de Julia pelo deus-raposa. As semelhanças com o final da Julia são explicitas, fica claro que eles decidiram apenas transferir a história de vingança para a própria Julia. Mas, nos livros não sabemos bem o que ocorre após Amadeus conseguir o artefato, então o destino de Júlia é o que mais está em aberto e é quase certo que teremos uma história totalmente original para a personagem.