Porque você deveria maratonar The Magicians neste final de ano

Com o fim de dezembro à vista, o mundo das série basicamente se transforma em um terreno baldio. Os hiatos da meia-temporada estão em pleno andamento, o que significa que não há realmente nada para assistir além de repetições e especiais de fim de ano. Tornando-se assim o momento perfeito para maratonar uma nova série! Indico humildemente para a sua maratona de fim de ano ‘The Magicians‘. Sério, assista. E assista agora mesmo.

Se você precisa de um empurrãozinho mais convincente quanto ao motivo pelo qual seu valioso tempo de férias deve ser gasto nessa série de fantasia do Syfy, fiz uma lista –sem spoilers, claro, com razões porque você deve dar uma chance aos nossos magos.

 

  • · Só tem uma temporada

A primeira temporada de ‘The Magicians’ tem 13 episódios, o que significa que com bastante dedicação e tempo apropriado, atribuindo pausas para ir ao banheiro e comer, você poderia maratonar esta série inteira em um dia. E o melhor, se você for mais lento, dará o tempo certinho de pegar a estreia da 2° temporada (25 de janeiro).

  • · É melhor maratonando

Em uma base semana a semana, “The Magicians” é um drama atraente e misterioso, mas tende a se mover mais lentamente do que essas séries de ritmo extremamente rápido que passam atualmente. Os acontecimentos vão ocorrendo sem pressa e sempre explorando os personagens e suas várias linhas de enredo; o que torna ainda mais legal ver tudo de uma vez. No final você sente toda uma gratificação instantânea de ver os mistérios da temporada serem revelados e ganha de presente um cliffhanger pra lá de fantástico.

  • · Tem feminismo e representatividade para todos os lados

Embora o personagem principal da série, Quentin (Jason Ralph), é, obviamente, um “cara legal”, a série tem feminismo saindo até das orelhas, o que deve ser uma parte importante de qualquer decisão para maratonar uma série hoje em dia. Seja Quentin tendo um sonho sexual nerd sobre passar o teste Bechdel (teste que avalia se uma obra de ficção possui pelo menos duas mulheres que conversam entre si sobre algo que não seja um homem; segundo o Wikipédia), seja os acontecimentos com Julia e Alice na season finale. A história aborda ainda outras temas importantes como racismo, discriminação de gênero, saúde mental e a cultura do estupro de modo muito bem feito. Representatividade é o que não falta também! Personagens de diferentes etnias e orientações sexuais marcam presença na série sem caírem no estereotipo ou “preenchimento de cota”.

  • · Os efeitos especiais são bons demais

Os efeitos especiais nas produções do Syfy podem ser muito certos ou muito errados (alô ‘Sharknado’), mas ‘The Magicians’ é de alguma forma capaz de fazer reinos mágicos inteiros parecem tão reais quanto a própria realidade. Assistir os personagens fazerem os feitiços com os dedos (o tal ‘finger tutting‘) dá cãibra só de olhar, mas enche os olhos com o resultado.

  • · A série tem uma consciência hilária sobre o gênero fantasia

Considerando que a maioria dos programas de fantasia e/ou ficção científica estão sempre mergulhados em dramas muito pesados e coisas muito épicas, ‘The Magicians’ e  seus personagens estão muito conscientes de quão bizarra e terrível suas vidas são. Às vezes, Quentin parece ser um fanboy de suas próprias aventuras, enquanto Penny (Arjun Gupta) fornece o necessário “WTF” sempre que o grupo se mete em uma nova confusão mágica. Rendendo referências a ‘Harry Potter‘, ‘Nárnia‘, ‘Alice no país das maravilhas‘, ‘Star Treck‘ e até ‘Game of Thrones‘.  Ah! Não tem muito a ver, mas essa lista não estaria completa se eu não dissesse que em certo episódio tem uma encenação musical de ‘Shake it off‘ da Taylor Swift (não, não estou brincando!).

  • · Os fãs que cresceram com ‘Harry Potter’ e ‘Nárnia’ irão amar

Todos os fãs de ‘Harry Potter‘ ou ‘As crônicas de Nárnia‘ reconhecerão alguns temas muito familiares que aparecem na série. ‘The Magicians’ mistura a mentalidade da escola de magia de ‘Harry Potter’ e as fantasias do reino de ‘Nárnia’ com os estresses e drama de toda série que se passa em uma faculdade ou ensino médio. Aliás, a própria série tem sua própria saga de livros de fantasia escrita por um autor britânico: Fillory e além. ‘The Magicians’ é inspirada na trilogia ‘Os magos‘ de Lev Grossman, que assim como a série de TV é uma mistura maravilhosa de literatura fantástica com YA contemporâneo.

Assista o trailer da série abaixo, que confesso que não é lá aquelas coisas, mas se você veio até aqui é porque já está bem interessado e não vai voltar para trás. Certo?

E aí, convencido? 

This article was originally posted on the website Screener.
We translated, adapted and added a few things. Still, all the credits go to the original author of the article.