Review: 1.02 “The Source of Magic”

Depois de um piloto bom, com um final que prende o telespectador, será que o segundo episódio consegue manter a qualidade?

Infelizmente, a resposta é não, mas isso não quer dizer que o episódio tenha sido ruim. Era de se esperar que o piloto tivesse uma qualidade superior, afinal, ele foi feito pra convencer os executivos do canal a aprovarem a série, contudo esse episódio conseguiu manter uma qualidade razoável, capaz de agradar os que não conhecem a saga literária e talvez os que conhecem. Digo isso, porque mesmo os roteiristas tendo uma fonte enorme para sugarem, prefeririam criar um episódio com poucas referencias ao material base, mas não estou criticando, acho que dessa sacada podemos esperar algo genial, mas também devemos ter consciência que a “dramédia” precisa seguir um pouco dos livros e manter-se fiel a ideia central, embora não saibamos ainda qual é essa ideia, está claro que não é estudar magia, pois quase não vemos isso no 1.02.

O episódio começa após o ataque “da fera” do episódio anterior e usa flashbacks para contar o que aconteceu durante o ato, fazer uso de tal técnica foi bom, pois não ficamos presos muito tempo em algo que provavelmente retornara com mais calma, quando for a hora. Os minutos seguintes, vimos como o ataque afetou os alunos que estavam na sala e como a escola estava tentando descobrir o que aconteceu, nem que pra isso fosse necessário usar um pouco de magia para forçar os alunos a confessarem, alguns com medo tentam o uso de feitiços de proteção ou itens mágicos que garantirão que ninguém consiga penetrar em suas mentes e descobrir a verdade. Mas é difícil de acredita que professores altamente treinados não perceberam e conseguiram usar contra-feitiços apropriados. Ao mesmo tempo, vamos acompanhando uma Julia tentando passar em um novo teste, que envolve magia e pra nossa surpresa, dessa vez ela consegue.

Acredito que o maior problema da serie foi não aproveitarem e desenvolverem corretamente alguns personagens que são extremamente importantes em um futuro tão próximo, contudo reconheço que alguns foram divinamente desenvolvidos e se mostraram capazes de tudo para continuar na Universidade, nem que isso signifique dedurar o colega de quarto. Também precisamos de mais mitologia, já percebemos que Fillory é importante, mas o quanto? The Source of Magic é nitidamente inferior, contudo a história está longe de se perder, vamos ver como os roteiristas aproveitaram os próximos 11 episódios e se mantiverem episódios bons como o piloto, podem escorregar e fazer alguns como esse, ao longo da temporada.

Marcwz